2020 EM 180 MINUTOS

Escrito por em 17 de dezembro de 2020

Como bom Gremista, me prestei a assistir Santos x Grêmio. Após o primeiro jogo, minha única certeza era “jamais repetiremos um futebol tão pífio como aquele”. Conseguimos fazer pior. Muito pior!
Sempre fui um crítico do Renato. Mesmo quando ganhou, às vezes fez força pra perder. Vide as “quase entregadas” pra Atlético-PR na CB 2016, e pro Botafogo na Libertadores 2017. Final com o Lanús em casa decidida na bacia das almas, casquinha do Jael e gol do Cícero. Enfim…
Não me agrada o Grêmio desde 2017, e estou sendo benevolente. Sem essa de “ain, os títulos, blablabla”. Esse papo saturou, assim como o trabalho do Renato. A postura no 5×0 contra o Flamengo (que pelo menos tinha um time de futebol), já foi vergonhosa. Essa contra os juvenis do Santos, reforçados por um zagueiro que está contando os dias pra ir embora, e um atacante refugo do próprio Grêmio, nos submeteram ao supra-sumo da humilhação.
A temporada 2020 acabou. Se fizemos esse fiasco contra um time remendado, que em 2021 vai lutar pra fechar as contas com o menor déficit possível, vamos pensar em passar por São Paulo e Palmeiras na Copa do Brasil?
Argumentarão “no futebol tudo é possível”, e eu retrucarei, “tudo é possível, menos o impossível”.
Não sei o que houve internamente pra justificar essa apatia. Mas uma coisa é certa: o 2020 do Grêmio está de acordo com o 2020 de nós, gaúchos: de amadorismo, pânico, e muita, mas muita incerteza em relação ao futuro.

FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA


Opinião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Required fields are marked *



Continuar lendo

Música tocando

Título

Artista

Programa atual

Homeopatia Rock

21:00 23:00

Programa atual

Homeopatia Rock

21:00 23:00

Background
%d blogueiros gostam disto: