Tocando agora

Title

Artist

Programa Atual

Programa Atual

Background

A PACIÊNCIA…

Escrito por em 14 de setembro de 2020

Existem duas maneiras de ver essa semana que estressou tantos gremistas. Uma é ver o jogo com o fígado e se irritar com o resultado pífio de domingo, a outra é colocar tudo em perspectiva. Prefiro a segunda opção. O que quero dizer com isso? Reconheço que o time desencaixou depois da saída de Cebolinha e ainda não reaprendeu a jogar, nem voltou à forma. Mas estão havendo progressos, e COMPARANDO COM ESSE MESMO TIME NA SEMANA PASSADA houveram progressos. Não na velocidade que a gente quer, nada que simbolize um futebol confiável, mas houveram melhoras.

O time mostrou as mesmas dificuldades que enfrenta desde a ‘era Roger’ de encarar retrancas, e ainda tomou um gol meio lotérico no início. Mas pelo menos demonstrou brio e encurralou o bravo Fortaleza, algo que não conseguiu fazer contra o Sport. Segue atabalhoado, sem organização no meio campo e com dificuldades de atacar. O time tinha a Cebolinhadependência, era sempre o antigo camisa 11 que fazia o lance imprevisível. E como sempre recebia marcação dupla ou tripla, por preocupar a defesa, acabava deixando alguém do time sem marcação. Agora o time está se reinventando e aprendendo a jogar sem ele. Nesse ritmo de Brasileirão, de dois jogos por semana.

Pontos positivos? O Everton que veio do São Paulo vem melhorando e se achando no time. Para alguém que vinha com fama de ficar mais tempo no DM que eu campo e sumir durante a partida não deixa de ser uma surpresa. Se movimenta bastante, vem dando assistências a gol. E ainda pode melhorar. Não tem a explosão e o talento do ‘outro’ Everton, mas parece contrariar o ditado do Barão de Itararé (de onde menos se espera é que não vem nada mesmo). Ninguém vibrou com a contratação de Luís Fernando, mas o time melhorou muito com sua entrada nos últimos dois jogos. Ontem entrou até com vontade demais, se meteu numa briga e acabou expulso. Age como se quisesse aproveitar as chances que está recebendo, o que é positivo. E Ferreirinha… a renovação de contrato mais complicada da história recente do Grêmio pelo menos fez o que se esperava dele, pegou a bola e foi para cima dos adversários. Bravo. Caso não se atire tanto e siga assim vai justificar todo o esforço desprendido pelo time para seguir com ele. Como eu disse no Twitter, se tiver em campo metade da marra que tem fora do gramado vai nos servir muito.

FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA


Opinião dos leitores

Responda

Seu endereço de e-mail não será publicado.Required fields are marked *