Current track

Título

Artist

Programa no Ar

Hospício Rock

16:00 18:00

Programa no Ar

Hospício Rock

16:00 18:00

Background

A VITÓRIA TRANQUILA

Escrito porem 2 de março de 2020

O jogo de sábado foi como deveriam ter sido todos os jogos de Gauchão até agora: calmo, tranquilo, um time muito superior exercendo sua superioridade sem grandes contratempos. Se o time tivesse jogado assim uma semana atrás contra o Caxias teria ganhado o jogo com relativa facilidade.

O que causou estranhamento foi a atuação do juiz. Teve a chance de prejudicar o Grêmio no início, caindo na cantilena inventada pela bandeira sobre impedimento no gol de Pepê. Não caiu. E ainda marcou três pênaltis. Todos indiscutíveis. Parece o normal? Parece, deveria ser sempre assim. Mas estamos acostumados aos juízes inventando impedimentos e sonegando pênaltis contra o time. No jogo com o Caxias mesmo, que não jogamos nada, o juiz fez questão de não ver dois pênaltis a nosso favor. E se tiver qualquer dúvida… tudo é impedimento contra nós. Que a atuação justa dos juízes seja a tônica do Gauchão daqui pra frente, sem a influência daquele conselheiro e candidato a presidente colorado. Não precisa nem ajudar, é só não atrapalhar.

O melhor do jogo de sábado foram as estreias e perspectivas que elas trouxeram. Os dois laterais foram muito bem, principalmente Caio Henrique. Thiago Neves melhorou muito comparando com ele mesmo. Logo logo ele assume a posição do esquema que foi de Luan no time, e assim que JP se recuperar ele entra na briga.

Caso a última amostra do time fosse o jogo com o Caxias eu estaria bem preocupado. O América de Cali é o atual campeão colombiano, não joga o torneio a 11 anos, está com fome de bola. É um jogo perigoso. A amostra do que o time pode fazer, dada no jogo de sábado, é bem melhor. Espero que essa seja a tônica do time daqui por diante.

Foto: Grêmio


Opinião dos Leitores

Responda

Your email address will not be published. Required fields are marked *



Continue Lendo