TUDO POR QUARTA FEIRA

Escrito por em 14 de dezembro de 2020

Estávamos todos empolgados na quarta passada. Time vinha bem, de vitórias e grandes atuações… tudo indicava que íamos ganhar e bem…, mas tinha um Santos no caminho. As coisas começaram a ficar escuras de tardezinha, quando notamos que Jean Pierre não estava nem no banco. Pôxa, ele foi a âncora das grandes atuações recentes, o cara que arrumou o time. Começamos sem ele? Bom, vâmo que vâmo… começa o jogo e percebemos que o matreiro Cuca desenvolveu um esquema para nos paralisar. A bola não passava redonda do meio campo, nunca chegava limpa em Pepê, e quando ele se mexia já tinham uns três ou quatro em cima. Parabéns. Junte isso com um árbitro tétrico e veja o buraco que o time se meteu. Pinares não consegui fazer o enganche, a bola saía quadrada do meio campo e não chegava no ataque. O time esteve perdendo até o fim, quando achou um gol e empatou. O Santos deixou de ampliar o placar, nos deixou vivos para o segundo jogo. Azar o deles.

E o jogo com o Goiás, na hora do divórcio, sábado de noite… o Goiás armou um retrancão e conseguiu nos parar, amorcegando o jogo e dando porrada. Até instituírem uma regra de desempate por pontos esse será um recurso válido no futebol.  Quando conseguimos chutar paramos no goleiro Tadeu. Acontece. Se me disserem que estava todo mundo pensando no jogo com o Santos eu vou acreditar. É ‘só’ eliminar o Peixe e estão perdoados.

Perspectivas do jogo de quarta? Complicou…, mas um gol nosso muda tudo. É hora de contar com o Imortal Tricolor e ir para cima. A gente imagina que Jean Pierre vai a campo, o que facilita a nossa tarefa. E o Santos vem jogando melhor fora que em casa. É um dos jogos que vai determinar se esse ano vai ter valido a pena, em termos de futebol. Boa hora para ganhar.

FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA


Continuar lendo

Próximo post

2020 EM 180 MINUTOS


Thumbnail
Post anterior

A METAMORFOSE


Thumbnail
Música tocando

Título

Artista

Programa atual

Programa atual

Background